Sem categoria

Implante dentário: tire suas dúvidas

É comum receber aqui na clínica diversas dúvidas das pessoas que estão pensando em colocar implantes dentários. Por ser um procedimento bastante procurado criamos este  para tentar responder dúvidas de mais pessoas ainda.

1) Dói colocar implante?

Não há dor no procedimento de implante dentário, mas alguns fatores precisam ser levados em consideração:

  • Tomar os remédios prescritos corretamente;
  • Seguir os cuidados pré e pós operatórios;
  • Escolher um profissional especialista, experiente e, de preferência, com as tão valorizadas “mãos leves”. Este é um fator muito importante.

2) Quanto tempo demora para colocar um implante?

O tempo cirúrgico para colocação de um implante, quando realizado por um profissional experiente e utilizando-se de sistemas mais sofisticados, é extremamente rápido.

Já o processo final de cicatrização leva em média de 3 a 4 meses, período em que ocorre a chamada “osseointegração” e, então, os implantes ficam prontos para receberem as coroas ou a parte dentária destinada a mastigação e sorriso.

É importante lembrar que durante todo o tratamento o paciente utiliza uma prótese provisória, portanto, não fica sem dentes.

 

3) É possível colocar prótese fixa na parte inferior?

Sim. A prótese fixa ou a prótese protocolo podem ser realizadas tanto na parte de cima quanto na parte de baixo.

Existem variações de técnicas que permitem a colocação dos dentes em apenas 3 dias.

4) Quem usa dentadura ou prótese móvel há muitos anos pode colocar implante?

Sim. Não importa há quanto tempo você utiliza dentadura ou prótese removível (as famosas pontes).

Muitas vezes pacientes com 80 anos de idade, que já usam dentaduras há mais de 60 anos, conseguem fazer seus implantes.

Em alguns casos, quando já houver atrofia óssea, impossibilitando a colocação dos implantes, é necessário fazer algum tipo de enxerto para a preparação inicial.

 

 

5) Como saber se minha boca pode receber implantes dentários?

À princípio não existe contra indicação absoluta para implantes. Porém, é necessário fazer uma avaliação com um especialista para determinar o plano de tratamento.

Não existe contra indicação absoluta para implantes dentários.

Durante uma consulta, o especialista avalia as condições de saúde e também as condições bucais do paciente determinando se há a necessidade de enxertos ósseos, por exemplo, ou se possui alguma doença que precisa ser tratada ou controlada.

Pessoas diabéticas muitas vezes acham que não podem se submeter a um tratamento com implantes, no entanto, basta estarem com o devido controle e sob acompanhamento médico. Dessa forma não haverá problemas.

 

6) Qual o preço dos implantes dentários?

A respostas para essa pergunta envolve dois aspectos principais: a variação dos tipos de implante e a uma lei do Conselho Federal de Odontologia.

O preço de implantes varia de acordo com marcas, tipos de materiais dos dentes, laboratórios, sistemas protéticos, profissionais e etc. São infinitas variações e, para cada pessoa, existirão diversas opções. Alguns sites na internet divulgam preços de implantes mostrando variação de valores de R$ 900 até R$ 4000 em média.

A lei do Conselho Federal de Odontologia, não permite a divulgação de valores de tratamentos, incluindo o de implantes.

Por esses dois fatores, é necessário agendar uma consulta para que o seu caso possa ser avaliado de maneira individual e para que você receba uma proposta de acordo com a sua necessidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *