Vasconcelos Odontologia

Implantes

Devido aos avanços odontológicos, não há mais motivos para sentir constrangimento ou limitações pela falta de um ou mais dentes.

Conheça nossas especialidades:

Para evitar desconforto, medo ou ansiedade, dispomos de sedação, monitorada e acompanhada por um médico anestesista. A cirurgia ambulatorial em implantodontia tornou-se uma prática comum em função do desenvolvimento de equipamentos sofisticados e adequadas técnicas cirúrgicas, além do surgimento de medicamentos de rápida eliminação e com efeitos colaterais mínimos.

Fomos classificados como “unidade ambulatorial tipo II”, caracterizada como “estabelecimento de saúde, independente do hospital, destinado à realização de procedimentos cirúrgicos de pequeno e médio porte, em nível ambulatorial, em salas cirúrgicas adequadas a essa finalidade, sob anestesia locorregional, com ou sem sedação”.

   

Trata-se de um tipo de procedimento cirúrgico em que o implante é colocado e, imediatamente, encaixa-se uma prótese provisória ou definitiva sobre o implante. Esse tipo de tratamento é diferenciado e, hoje em dia, pode ser realizado na maioria dos casos. A carga imediata é definida no planejamento e, em alguns casos, é indicada até mesmo para otimizar o prognóstico do tratamento. 

Quando há insuficiência óssea na região onde se deseja colocar o implante dentário, nossa equipe realiza o enxerto ósseo. O procedimento consiste na remoção de osso intraoral do próprio paciente e sua colocação imediata onde há a perda ou defeito ósseo. De três a cinco meses após a realização do enxerto, o paciente já está preparado para receber os implantes e seguir o tratamento normalmente. Em casos específicos, com grave insuficiência óssea (em mandíbula e/ou maxila), o staff cirúrgico da clínica está capacitado para realizar o enxerto de osso ilíaco (osso da bacia), tanto em nível hospitalar como também em nossa própria unidade de São Paulo. Existem também os enxertos sintéticos que podemos utilizar em alguns casos, assim evitando a remoção intraoral. 

Os implantes zigomáticos são indicados para pacientes que têm pouca quantidade óssea e não têm indicação ou possuem restrições para realizar enxertos ósseos. São um tipo de implante de maior comprimento que se fixa ao osso zigomático, onde a densidade óssea é grande. Como toda técnica cirúrgica, a indicação será baseada nos exames realizados. 

Conhecida como proteína inteligente, a proteína recombinante morfogenética tipo 2 (rhBMP-2) tem capacidade osseoindutiva – ou seja, ela ativa células da região que necessita de aumento do volume ósseo, substituindo o enxerto e permitindo a instalação dos implantes. Este é um tratamento inovador, baseado em pesquisas genéticas, que será indicado dependendo da avaliação e dos exames realizados.

Nesta fase inicial serão realizados os exames clínicos, radiográficos e laboratoriais necessários para a avaliação de sua saúde, mastigação, mordida, hábitos, qualidade e quantidade óssea. Será definida a data da cirurgia, a duração do tratamento, o tipo de cirurgia, o número de implantes (com a opção por sedação consciente) e, também, os cuidados pré-operatórios necessários.

Na data de sua cirurgia, você será recebido por nossa equipe e encaminhado ao quarto para guardar seus pertences e aguardar confortavelmente até o início de seu tratamento.

Serão realizados no centro cirúrgico, por nossa equipe de implantodontistas e anestesistas, os procedimentos para instalação do cilindro de titânio (implante). Ao fim da cirurgia, você retornará ao quarto para um período de recuperação, descanso, uma breve alimentação e instruções pós-operatórias.

Seu retorno será agendado para a realização do pós-operatório. Os implantes dentários permanecerão recobertos e protegidos pela gengiva por um período de cicatrização.

Após esse período de osseointegração, inicia-se a etapa protética, na qual será realizada a exposição dos implantes e a confecção das próteses.